Skip to main content
  • Educação InfantilEducação infantil
  • Ensino Fundamental ISéries Iniciais
  • Ensino Fundamental II Séries Finais
  • Ensino MédioEnsino Médio

Ensino Médio

Além de preparar os alunos para ingressar em uma universidade, o Ensino Médio ainda tem um mundo de possibilidades, ações voltadas para mais conhecimento, se preparar para o ENEM e se tornar um cidadão.

Material Didático

O Colégio Castro Alves utiliza material apostilado da Editora Positivo de Curitiba.

O Novo Ensino Médio

O Novo Ensino Médio vai alterar o ambiente e a cultura das escolas. Saímos da teoria conteudista para contribuir com jovens que querem expor suas ideias e têm senso crítico. Eles passarão mais tempo na escola, portanto um ambiente acolhedor, inspirador e prazeroso fará toda a diferença.

Componentes curriculares: Arte, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Literatura, Matemática, Química e Sociologia.

O aluno é protagonista e se prepara para construir o próprio futuro.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Positivo On

Conectados. Um ambiente virtual de ensino, com recursos pensados para potencializar o aprendizado, de forma interativa e dinâmica. Aqui professores, alunos e pais acessam diversos formatos de conteúdos, via web e mobile. Contando também com o aplicativo de estudo, PreApp.

 

Itinerário Formativo Integrado

Itinerários formativos Integrados: uma escola para a vida

O Novo Ensino Médio é uma proposta que está centrada no protagonismo juvenil e no  desenvolvimento de habilidades que envolvam conhecimentos técnicos e socioemocionais.

No Itinerário Formativo Integrado há a reunião de conhecimentos de diversas áreas e a  enfoque nas competências gerais da BNCC, por isso nesse material você vai encontrar temas  que privilegiam:

 

  • Conhecimento
  • Pensamento científico, crítico e criativo
  • Repertório cultural
  • Comunicação
  • Mundo do trabalho
  • Argumentação
  • Autoconhecimento e autocuidado • Empatia e cooperação
  • Responsabilidade e cidadania

 

Conheça todos os materiais que fazem parte do Itinerário Formativo Integrado no Sistema  Positivo de Ensino:

Projeto de vida

Carga horária

1ª série: 40 aulas, 2ª série: 40 aulas e 3ª série: 40 aulas

Ementa

Em contrapartida ao modelo escolar tradicional (limitado de escuta), o Projeto de Vida é um  espaço que considera os alunos em perspectiva ampla e, assim, proporciona reflexões e ações  rumo a projeções no tempo e no espaço, desenvolvendo o protagonismo e desconstruindo a  passividade diante das circunstâncias da vida.

O objetivo da Unidade curricular Projeto de Vida é conduzir o adolescente em uma jornada de  autoconhecimento, contextualizando temas importantes para uma vida equilibrada, refletindo sobre o espaço que esses temas ocupam na vida desse sujeito e instigando práticas de  desenvolvimento pessoal com impacto social e cultural.

Estrutura

Seis módulos semestrais 

1ª série

  1. Reconhecendo meu eu

Neste módulo, o caminho trilhado conduz o olhar para a própria identidade. Para tanto, o sujeito é  convidado a identificar e reconhecer o caminho que percorreu até o presente momento, relacionando-o  ao tempo atual. É também estimulado a identificar suas habilidades e pontos de melhoria,  compreendendo que a mudança faz parte da natureza humana, e a reconhecer que as dimensões  humanas – física e emocional – impactam diretamente na tomada de decisões ao longo da vida. O  adolescente também é conduzido a refletir sobre meios de organização pessoal e a reconhecer a sua  importância para além das rotinas de estudo, sendo também realidade na vida profissional.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

  1. Espaços e vozes

Neste módulo, a reflexão sobre a identidade continua. O adolescente é convidado a entender quem ele  é nos seus grupos sociais, a se colocar como um ser pensante e atuante no meio em que vive e a  reconhecer o papel e a importância dos seus pares. É proposta também a reflexão sobre a diversidade  social e cultural dos lugares que esse indivíduo frequenta e sobre a necessidade ou não de ampliar o  contato com outras realidades. Esse sujeito é conduzido a compreender o valor do trabalho e a  conscientizar-se da importância do reconhecimento e valorização dos diversos tipos de trabalho na  sociedade brasileira, além de ponderar sobre os diferentes papeis que um profissional pode assumir nos  contextos atuais. O assunto “micromundos” propõe um olhar interessante sobre os ambientes  domésticos como espaços de privacidade, de compartilhamento e onde o diálogo se faz necessário. A  abordagem sobre comunicação aprofunda-se quando o sujeito é convidado a compreender que o  diálogo implica em falar e ser ouvido, mas que reconhecer o outro é condição sine qua non para se  conquistar espaços de voz e lugares de fala. São apresentadas também diferentes maneiras de se  relacionar com o dinheiro, além de reflexões sobre os hábitos financeiros pessoais.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

2ª série

  1. O reflexo do outro em mim

Neste módulo, o trabalho é voltado para os pares, ou seja, para compreender e relacionar conceitos  como identidade, alteridade e diversidade, ampliando o olhar para convivência e para os afetos. O  adolescente é convidado a refletir propositivamente sobre temas complexos recorrentes em seus meios  sociais como o bullying, buscando alternativas para o seu enfrentamento. Além disso, são promovidas discussões, orientadas pelas palavras de especialistas, acerca do consumo e dependência de bebidas alcoólicas e drogas, com o objetivo de promover a consciência crítica e valorizar o autocuidado. São apresentados também reflexões sobre vício em trabalho e a possibilidade de se ter uma vida equilibrada, apesar dos compromissos profissionais e estudantis. O módulo encerra promovendo o engajamento em ações de trabalho voluntário e comparando prós e contras na escolha de um curso superior.

 Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

 

  1. Tudo que há dentro de nós

Neste módulo, a relação com os pares, o outro, continua. O adolescente é convidado a discutir a ideia  de felicidade na contemporaneidade e sobre o seu significado para uma vida plena e satisfatória. A  compreensão sobre as motivações dos sentimentos e das emoções e sobre o papel e a importância de  cada uma delas para a vida, é uma parte importante deste módulo que também convida o adolescente a  refletir sobre o sentido dos relacionamentos amorosos na construção do autoconhecimento e do  desenvolvimento pessoal. Reconhecer que a impulsividade é uma reação natural dos seres humanos,  mas que pode se tornar um comportamento danoso se não for devidamente observado e regulado,  também é um dos objetivos deste módulo. São apresentados também questões sobre o cuidado de si  com autoestima, distinguindo vaidade e narcisismo de zelo com o corpo. A produção acadêmica,  especialmente de divulgação científica, fontes preciosas para pesquisa e de conhecimento acerca do  que os campos de conhecimento investigam na atualidade, também são importantes pontos levantados.  Para finalizar, o estudante é instigado a comparar perfis de universidades e cursos acadêmicos e os seus  desdobramentos na formação que oferecem, inclusive a questão de remuneração.

Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;Empreendedorismo

3ª série

  1. Um mundo de possibilidades

Neste módulo, o espectro é ampliado e a relação da identidade com algo maior, global – o mundo – é apresentada de modo que o adolescente compreenda a concepção de trabalho como obra pessoal,  reconhecendo seu papel na construção das identidades dos sujeitos. Ainda ampliando as discussões, são  apresentadas reflexões acerca das situações que geram medo, compreendendo como a autoconfiança é  um ótimo antídoto para enfrentá-lo, além de conceitos como autoengano e autoeficácia e como ambos  podem ter grande impacto no modo de encarar a vida. O adolescente é convidado a reconhecer a  importância de bons hábitos para uma vida física e mental saudável, com foco no sono (na voz de um  cientista do sono). O trabalho culmina com o levantamento de questões importantes para a convivência  social por meio do reconhecimento da ética, gentileza e etiqueta que não estão fora de moda e, ao  contrário, são poderosos recursos para o bem-viver coletivo. Para encerrar, o adolescente fará uma  análise profunda sobre o paradoxo contemporâneo do tempo livre, com base na reflexão da diversão  como obrigação e do ócio criativo.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

  1. O mundo é o meu lugar!

Este módulo continua o trabalho com o global, o mundo, e inicia guiando os adolescente na  compreensão dos mecanismos desencadeadores da ansiedade e os recursos de que se pode lançar mão  para enfrentar esse sentimento, além de propor reflexões sobre o limite do controle sobre a vida,  discutindo a importância dos reveses na trajetória das pessoas. Além disso, os adolescentes são  convidados a reconhecer a autoestima, vaidade e narcisismo como elementos da vida humana que  merecem permanente atenção, e a compreender a resiliência e o comportamento antifrágil como  respostas às surpresas e imprevistos da vida. Essas abordagens culminam na proposição de análises  sobre os limites da liberdade e do livre-arbítrio na vida pública, bem como do reconhecimento do que  significa adotar um modelo de vida simples, avaliando as consequências dessa opção. Ao final deste  módulo, os adolescente são convidados a refletir sobre o sentimento da saudade que pode invadir este  último ano da educação básica e como é pode lidar com perdas (e ganhos). O trabalho encerra com um  balanço sobre este itinerário e com um convite especial: a escrita de uma carta de intenções que é, na  verdade, um esboço dos muitos projetos de vida que uma vida pode ter.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

Oficina de textos

Carga horária

1ª série: 40 aulas, 2ª série: 40 aulas e 3ª série: 40 aulas

Ementa

Desenvolver a autonomia, o senso crítico, o protagonismo, a ação consciente e a identidade  por meio de atividades de fruição e criação discursiva, envolvendo linguagens artísticas,  corporais, verbais, multissemióticas e digitais, em diferentes campos de participação social. Assim, esta unidade curricular pretende desenvolver um trajeto em que o adolescente se  reconheça como um ser social, ainda que único, em processo de desenvolvimento, com muitas  facetas sobre si mesmo a serem descobertas, integradas ou transformadas.

Estrutura

Seis módulos semestrais

1ª série

  1. Retratos de si

Práticas abordadas:

  • Assinatura;
  • Selfie;
  • Autorretrato;
  • Máscara;
  • Pantomima;
  • Croqui

Entendemos o ser humano na sua dimensão biopsicossocial e espiritual e o adolescente como um  sujeito em processo de construção e experimentação, de potenciais em expansão, inserido em um  mundo de transformações sociais, culturais, ambientais e tecnológicas.

O objetivo desta oficina é desenvolver a autonomia, o senso crítico, o protagonismo, a ação consciente e  a identidade por meio de atividades de fruição e criação discursiva, envolvendo linguagens artísticas,  corporais, verbais, multissemióticas e digitais, em diferentes campos de participação social. Neste módulo, buscamos proporcionar um trajeto em que o adolescente se reconheça como um ser  social, ainda que único, em processo de desenvolvimento, com muitas facetas sobre si mesmo a serem  descobertas, integradas ou transformadas.

 Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

  1. Encenações do eu

Práticas abordadas:

  • Cenário;
  • Memórias;
  • Vlog;
  • Monólogo;
  • Vestuário;
  • Autoficção.

Este módulo enfoca as formas pelas quais o indivíduo se apresenta aos outros, ou seja, sua dimensão  exterior. Isso implica reflexões criativas e críticas sobre técnicas de expressão verbal e gestual em  situações públicas. Dessa maneira, é necessário entender como alguém molda sua imagem e reflete sua  personalidade no ambiente ao seu redor. O conteúdo proposto neste livro busca colocar os alunos em  cena. Para tanto, são trabalhadas atividades que mobilizam recursos de natureza teatral – o monólogo,  o cenário, a vestimenta – e formas literárias de narrativa pessoal, como a autobiografia e a autoficção. O objetivo é ampliar o conhecimento dos alunos sobre estratégias de construção e expressão de sua  identidade, isto é, de como se fazer presente no mundo.

Eixos estruturantes: Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural; Empreendedorismo

2ª série

  1. Traduzir-nos

Práticas abordadas:

  • Colagem e intertextualidade;
  • Relato pessoal;
  • Diálogo;
  • Roteiro de documentário;
  • Tradução e legendagem;
  • Texto instrucional.

Em nossa experiência social, interagimos em diferentes esferas e nos comunicamos com uma variedade  de textos e pessoas que passam a incorporar a nossa história. Nesse relacionamento com o outro, nos  construímos. Somos seres complexos e marcados por nossas próprias experiências, mas, também, pelas  experiências que compartilhamos e testemunhamos.

Traduzir, então, o que somos, também depende de entender o outro e mapear os relevos esculpidos  em nossa história. Neste módulo, portanto, buscamos ajudar o aluno a construir um percurso de autoconhecimento que é atravessado pela relação com o outro (aqueles com quem interagimos e que  nos marcam em diferentes profundidades), com vistas a refletir sobre a nossa natureza social e de  compartilhamento, evidenciando o fluxo de influências nas nossas interações.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

  1. Ver além

Práticas abordadas:

  • Fotografia;
  • Retrato;
  • Fotolegenda;
  • Quadrinho biográfico;
  • Curadoria de galeria virtual;
  • Videoarte.

As práticas artísticas e imaginativas não servem apenas como canal de formação e expressão de  indivíduos, mas também estabelecem bases para a articulação entre sujeitos, permitindo que  constituam vidas em conjunto. Essa dimensão comunitária pode se dar de diversos modos e em várias  proporções: da amizade entre duas pessoas até a imensa comunidade de seres vivos existentes sobre a  superfície da Terra. Para que seja possível visualizar essas relações e estabelecer formas de convívio  justas e éticas, este módulo foca em atividades voltadas para representações criativas de coletivos e  grupos, levando em consideração valores como diversidade, igualdade e liberdade.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

3ª série

  1. Mire e veja

Práticas abordadas:

  • Paisagem;
  • Relato de viagem;
  • Fotorreportagem;
  • Jornalismo literário;
  • Charge, caricatura e cartum;
  • Pôster publicitário.

Neste módulo, o adolescente é provocado a expandir seus limites geográficos e culturais. Por vezes, isso  pode ser feito diretamente por meio da contemplação da paisagem – que é sempre exterior ao EU – ou  por meio de viagens pelo mundo. Com muito mais frequência, porém, esse contato com o que é  distante e diferente de mim será atravessado pelos relatos de OUTROS, o que permite transpor não  apenas barreiras geográficas, como também as temporais. Assim, os estudos propostos abarcam a  paisagem, as narrrativas de viagens, o fotojornalismo e o jornalismo literário, o humor gráfico e o  pôster. Cada um desses gêneros entendidos como maneiras de reportar fatos, acontecimentos,  realidades. Cada um desdobrando-se em sutilezas, subjetividades e incompletudes que permitem ao  estudante desenvolver a capacidade de identificar e comparar narrativas verbais ou visuais, olhares de  preconceito, olhares de identificação e admiração, olhares estereotipados. Como acessar quadros  completos do que se passa longe dos nossos próprios olhos? Com a escuta, com a sensibilidade e a  criticidade que buscamos desenvolver aqui

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

  1. Para fazer a diferença

Práticas abordadas:

  • Manifesto;
  • Bandeira;
  • Performance artística;
  • Slam;
  • Fanzine;
  • Instalação artística.

Percorremos, ao longo dos módulos anteriores, o caminho das descobertas sobre nós, a fim de nos  percebermos como seres sociais em processo de transformação e construção no relacionamento com o  outro. Após a reflexão sobre nossa relação com o mundo em que estamos inseridos e ampliarmos  nosso olhar, neste último módulo somos convocados à ação! As diferentes linguagens, a artística e a  literária, por exemplo, serão nossas aliadas para a expressão daquilo que queremos defender, para nos  posicionar, para gerar engajamento e para sensibilizar os que estão à nossa volta. Manifesto, bandeira,  flash mob, slam, fanzine e instalação artística são os diferentes gêneros através dos quais  experimentaremos diversas maneiras de dar voz ao nosso eu, às nossas angústias, aos nossos anseios.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

Núcleo de estudos

Carga horária

2ª série: 40 aulas e 3ª série: 40 aulas

Ementa

Esta unidade curricular pretende ampliar a compreensão de como aprendemos e refletimos  sobre os conhecimentos. O “Núcleo de estudos” tem como um de seus objetivos desenvolver  o entendimento do que é pensamento, inteligência, memória e consciência – levando o aluno  a relacionar conceitos e expandir suas capacidades crítica e reflexiva. Esta oficina também tem  o intuito de apresentar atividades que abordam diferentes maneiras de como o aluno pode  estudar, se planejar, reconhecer suas habilidades inatas e ativar a criatividade e a imaginação.

Estrutura

Quatro módulos semestrais

2ª série

  1. Inteligência e consciência

Neste módulo, apresentamos um trajeto em que o aluno reconhece suas habilidades pessoais e  desenvolve um trabalho de estudo individual e coletivo – se descobrindo como protagonista  responsável por suas escolhas e seu caminho.

Gêneros textuais privilegiados: diário, carta, textos voltados para as redes sociais, roteiros de vídeos, criação de Power points, mapas estratégicos, uso da  agenda, coleções particulares.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

  1. Memória e pensamento

Neste módulo, apresentamos um trajeto em que o aluno reflete sobre o conceito e o (bom) uso da  memória e do pensamento. Além disso, vivencia diferentes maneiras de aprendizagens efetivas,  compreende o conceito de experiência e aprende e coloca em prática metodologias inovadoras como  “sala de aula invertida” e “dramatizações de situações”.

Gêneros textuais privilegiados: fotografia, paródia, letra de música, resumo, questionário, roteiro de  vídeos e áudios, roteiro de visita, texto dramatúrgico, coleções particulares.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

3ª série

  1. Tá chegando a hora…

Neste módulo, apresentamos um trajeto em que o aluno reflete sobre si, suas escolhas e que  caminho(s) poderá seguir. Elabora também, maneiras efetivas de auto-organização, planejamento,  gestão do tempo e o melhor local de estudo. Além disso, aprende e coloca em prática metodologias  inovadoras como “aprendizagem por projetos”, “aprendizagem baseada em problemas”, “jogos” e “júri  simulado”, e é desafiado a criar um blog de estudo e reflexão e a fazer vídeos sobre conteúdos  curriculares.

Gêneros textuais privilegiados: tabela de planejamento, agenda, portfólio, roteiro de vídeo, texto para  blog, coleções particulares.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

  1. Hora de voar!

Neste módulo, apresentamos um trajeto em que o aluno reflete sobre sua força interior e o que pode  fazer para se sentir mais confiante e sobre como podemos “treinar” nosso cérebro a nosso favor. Além  disso, aprende e coloca em prática metodologias inovadoras como “mapas conceituais”, “linhas do  tempo”, “reflexões a partir da literatura” e a descansar e ter entretenimento para estar bem e  consolidar aprendizagens.

Gêneros textuais privilegiados: mapas conceituais, linhas do tempo, entrevista, Crítica de arte, matéria  de jornal, HQ, coleções particulares.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

Cultura digital

Carga horária

2ª série: 40 aulas

Ementa

Como a tecnologia nos molda e como moldamos a tecnologia? É certo que a tecnologia ocupa  papel central no cotidiano e a proposta dessa unidade curricular é aprofundar as discussões  que permeiam a sociedade e a tecnologia, sobretudo no ambiente digital. Nesta proposta,  conectaremos conhecimentos da filosofia, da sociologia, das engenharias e das linguagens  para entender e ampliar as perspectivas sobre o que é o fenômeno da cultura digital.

Estrutura

Dois módulos semestrais

2ª série

  1. Como chegamos até aqui?

Este módulo inaugura o trabalho com a cultura digital desenvolvendo os aspectos históricos,  sociológicos e filosóficos do tema. Para isso, levanta as questões da vida em grupo a partir do  pensamento de grandes estudiosos e pesquisdores do assunto. O adolescente é também convidado a  compreender mais profundamente os conceitos de rede e tecnologia e a relação (que também é social)  entre eles, além de propor análise do conceito de cultura digital e identidades digitais e suas  implicações. É proposta também a reflexão sobre as várias faces da tecnologia, entendendo seus  pontos positivos e negativos. Para finalizar o módulo, abre-se a discussão sobre a Lei Geral de Proteção  de Dados Pessoais (Lei nº 13.709), também conhecida como LGPD, que foi um marco legal no Brasil e  colocou o país no grupo de nações que protegem e regulamentam a privacidade nas redes digitais.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

  1. Para onde vamos?

Este módulo traz uma problematização importante e convida os alunos a refletirem sobre o futuro da  humanidade a partir do tempo presente. Para isso, são apresentados alguns prenúncios já formulados  pelo Homem tanto na literatura, quanto no cinema. Além disso, é abordada também a questão das  fronteiras que, numa sociedade digital, são facilmente transpostas. Os adolescentes são convidados a  refletirem sobre as gerações e seus distanciamentos no que diz respeito às tecnologias e também sobre  as randes mudanças, principalmente na educação e no mundo do trabalho, que aconteceram por conta  das diferentes inovações das últimas décadas. É abordada também a questão da internet das coisas e os  impactos dessa tendência nas relações sociais, bem como dos algoritmos que compõe essa inovação e  que estão ditando comportamentos. Outros assuntos relacionados que são abordados são: big data,  inteligência artificial e robótica. São trazidas à luz questões de extrema importância como o  protagonismo digital, o conceito de pós-verdade e o ciberativismo, que são espelhos da utilização das  tecnologias na resolução (ou não) das grandes questões humanas. Para encerrar, o módulo reflete sobre  a dicotomia consumo e produção, argumentando que o ser humano não está no mundo apenas para  consumir, mas também para produzir e convida o adolescente a refletir o seu lugar como protagonista  dessa realidade.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

Empreendedorismo

Carga horária

3ª série: 40 aulas

Ementa

Nesta unidade curricular sistematizaremos os conhecimentos necessários para o  empreendedorismo, explorando os conceitos centrais e as habilidades que marcam a trajetória  das pessoas que combinam autonomia e investimento como estilo de vida. No centro dessa  proposta estão a criação de oportunidades, as características dos empreendimentos pessoais e  produtivos e a preocupação social e ambiental que deve acompanhar todas as iniciativas.

Estrutura

Dois módulos semestrais

3ª série

  1. Empreendedorismo: o que é e por que empreender

Esse módulo tem como foco proporcionar uma fundamentação teórica sobre o Empreendedorismo, de  modo a preparar o aluno para a prática do processo empreendedor. Além de proporcionar uma  familiarização com o tema, tem-se como objetivo demonstrar que há inúmeros fatores que influenciam  o empreendedorismo, bem como proporcionar uma reflexão sobre o que é sucesso. Também serão  apresentadas as habilidades de um empreendedor, as quais serão trabalhadas com os alunos a partir da  proposta de atividades lúdicas, buscando assim colocá-los como protagonistas ao longo do  desenvolvimento de todo o itinerário. Busca-se, ainda, destacar a importância e os impactos do  empreendedorismo social e do empreendedorismo sustentável na vida dos alunos e na sociedade da  qual eles fazem parte.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

  1. Empreendedorismo na prática

O objetivo desse módulo é estimular a criação de empreendimentos pessoais e produtivos, por meio de  projetos que serão desenvolvidos pelos alunos. Dessa forma, pretende-se retomar, de maneira prática,  os conceitos abordados no primeiro módulo, bem como destacar a importância do planejamento, da  percepção em relação às oportunidades e de que forma é possível colocar tudo isso em prática. Ao final  do módulo, propõe-se a realização de uma avaliação dos projetos desenvolvidos, bem como uma  autoavaliação do aluno. Também será promovida uma reflexão acerca da possibilidade do uso das  habilidades de um empreendedor independentemente do ambiente em que estamos inseridos. O  desenvolvimento de tais habilidades visa preparar os alunos para o ambiente de incerteza em que  vivemos, possibilitando assim ampliar suas oportunidades no futuro.

Eixos estruturantes: Investigação científica; Processos Criativos; Mediação e intervenção sociocultural;  Empreendedorismo

Alunos confiantes, resultados positivos

Para enfrentar um período decisivo e significativo como o vestibular, além de enfrentar dilema da escolha da profissão, os alunos precisam de motivação e confiança. É o domínio dos conteúdos que faz a ansiedade diminuir, proporcionando melhores resultados.

Preparação para os desafios atuais

Preparamos nossos alunos para concretizar o momento da escolha da carreira de forma natural e consciente.

O aluno é protagonista e se prepara para construir o próprio futuro.

Recursos digitais:

Elaborado para apoiar a preparação dos alunos para o Enem e os principais vestibulares do país, o Prepara Positivo potencializa o trabalho em sala de aula com a organização dos conteúdos em livros por áreas do conhecimento, preparando os alunos para resultados mais positivos

Portal Educacional

Tecnologia que ajuda a transformar o Ensinar em Aprender.

Um conjunto de tecnologias educacionais que reúne rede social, conteúdos, avaliações, aplicativos, e projetos colaborativos em um só lugar.

Educacional Rede Social

Tem cara de Facebook, tem botão “curtir”, tem amigos. Mas não é Facebook. Plataformas gratuitas na internet integram estudantes e professores que têm como objetivo o estudo.

O ambiente virtual pode integrar uma turma presencial, servir como biblioteca acadêmica ou até como rede para encontrar desconhecidos que estudam o mesmo tema.

 

 

Aprimora Ensino Médio

Um ecossistema adaptativo com questões e recursos de apoio como vídeos e resoluções comentadas apresentadas de forma multidisciplinar e contextualizada, com conteúdos de Matemática, Ciências Humanas, Linguagens e Códigos. Contempla as habilidades necessárias para que os alunos compreendam os temas abordados no ENEM.

Educacional Projetos

Com uma programação anual, o Educacional Projetos é um conjunto de propostas que possibilita um intercâmbio nacional de experiências e produções, colocando o aluno como protagonista do próprio conhecimento e o educador como mediador da aprendizagem.

Cada projeto do Educacional incentiva o diálogo, a troca e a produção de materiais, apresentando novas oportunidades para aprendizagens específicas, temas interdisciplinares, além de ampliar horizontes geográficos e culturais, tanto dos professores quanto dos alunos.

Conectando alunos de todo o Brasil, os projetos colaborativos incentivam a interdisciplinaridade, a interação e a troca de conhecimentos sobre as experiências desenvolvidas em sala de aula. E uma inovação importante, que é experimentada pela primeira vez este ano, é a distribuição do conjunto das propostas ao longo de três eixos temáticos: Eixo Comunicação, Linguagem Eixo Investigação Matemática e Eixo Cidadania e Sustentabilidade.

Oficina de Textos

A melhor maneira de aprender a escrever é… Escrevendo! Afinal, escrita e leitura são atividades essenciais ao desenvolvimento humano e, por isso, devem ser estimuladas diariamente tanto nas atividades escolares como cotidianas.

Mas, e se ao invés de usarem apenas papel, lápis ou caneta, seus alunos também pudessem produzir um livro em coautoria com grandes escritores do país através da Internet?

Essa é a proposta das Oficinas do Texto, ação colaborativa disponível na Central de Projetos do Educacional – conjunto de soluções da Divisão de Tecnologia Educacional da Positivo Informática que conecta escolas particulares de todo o país. Por meio das Oficinas, os alunos têm a oportunidade de escrever um livro em parceria com autores consagrados, como Ziraldo, Luis Fernando Verissimo.

Com mais de um milhão de livros escritos por alunos de todo o país, o projeto Oficinas do Texto é uma experiência colaborativa de coautoria que estimula, de maneira lúdica, a criatividade e a produção textual dos estudantes.

Como funciona?

Partindo de ilustrações ou textos previamente produzidos por autores renomados, que são parceiros do Educacional, os alunos têm a oportunidade de escrever a sua própria obra em um ambiente virtual de aprendizagem disponível no Educacional.

Os livros podem ser escritos individualmente ou em grupos, segundo a opção do professor e, ao final do projeto, cada aluno recebe um exemplar impresso de seu trabalho com seu nome como coautor, que poderá ser um livro, um jornal ou uma história em quadrinhos.